30% das pessoas com glaucoma ficam cegas

o glaucoma é assintomático

Por causa da falta de intervenção no início, cerca de 30% das pessoas com glaucoma ficam cegas ou com baixa visão.
Os fatores de risco incluem idade avançada, doenças crônicas como diabetes e história familiar.
Ter problemas de saúde prejudica a saúde geral do corpo, podendo causar aumento de pressão intraocular o que, danifica o nervo óptico resultando na doença que conhecemos por glaucoma. A morte de células ganglionares causadas pelo aumento de pressão intraocular conduz à cegueira e é irreversível. Se o paciente não teve nenhuma intervenção médica, fatalmente terá perda gradativa de visão e destes, 30% só terão consciência quando estiverem com visão bastante prejudicada.
O glaucoma de ângulo aberto é a forma mais comum e é assintomático. Uma das situações que prejudica ainda mais o diagnóstico é que muitas dessas pessoas tem uma visão perfeita tanto para longe quanto para perto e não percebem que estão perdendo visão periférica. Só o vão perceber quando estiverem esbarrando em móveis ou tendo dificuldades para manobrar o carro em ambientes menores.
A única forma de diagnóstico precoce é a visita ao oftalmologista para medir a pressão intraocular.
O caso de glaucoma de ângulo fechado é mais raro: o paciente sente dor, sensibilidade à luz, lacrimejamento e visão de anéis coloridos. Esses casos demandam a busca de um oftalmologista em medida de urgência pois a perda de visão é muito rápida.