Pesquisa revela eficácia da ECP em Glaucoma e Catarata coexistentes

dr francisco em cirurgia

Dr. Francisco Lima e outros autores publicaram uma pesquisa nos Arquivos Brasileiros de Oftalmologia, cujo objetivo foi avaliar a eficácia e segurança da facoemulsificação associada à ciclofotocoagulação endoscópica (CFE, ou ECP do inglês Endoscopic CycloPhotocoagulation) no tratamento cirúrgico primário para catarata e glaucoma coexistentes.

Com base nos dados de 378 olhos de 243 pacientes portadores de glaucoma primário de ângulo aberto e catarata. Todos esses pacientes foram submetidos à facoemulsificação e CFE, no mesmo ato cirúrgico, no Centro Brasileiro de Cirurgia de Olhos, entre outubro de 1998 e dezembro de 2006 com, no mínimo, dois anos de seguimento.

Foram retrospectivamente avaliados. As cirurgias foram realizadas por um único cirurgião: Dr. Francisco Lima.

Os pacientes eram excluídos se apresentassem história de qualquer cirurgia ocular ou laserterapia para o glaucoma, prévia ao procedimento. O "sucesso qualificado" foi definido para a obtenção de uma pressão intraocular (PIO) maior que 5 mmHg e menor que 21 mmHg com ou sem medicações antiglaucomatosas tópicas, e "sucesso total" se a PIO pretendida ocorreu sem o uso de medicações antiglaucomatosas em todas as visitas de acompanhamento. A necessidade de outras intervenções antiglaucomatosas durante qualquer período do acompanhamento caracterizava falência.

No resultado da pesquisa, foi obtido o "sucesso qualificado" em 90,76% dos olhos e "sucesso total" em 55,7% dos 368 olhos operados. A principal complicação observada foi PIO maior que 40mmHg no pós-operatório imediato e ocorreu em 14,4% dos olhos. Outras complicações ocorreram numa média de 1 a 7% dos olhos operados.

A Conclusão do trabalho foi: A facoemulsificação associada à ciclofotocoagulação endoscópica é uma alternativa eficaz e segura, a médio prazo, para o tratamento de catarata e glaucoma coexistentes.

A íntegra da pesquisa pode ser consultada no repositório Scielo: Facoemulsificação e ciclofotocoagulação endoscópica como tratamento primário para catarata e glaucoma coexistentes.

Aqui você pode ver como é realizada a cirurgia:

Vídeo da Cirurgia - clique aqui