Localização da Papila e da escavação

Considerando os fatores que depende o tamanho da escavação:
1) Tamanho do orifício - quanto maior o orifício, melhor para as fibras passarem e elas não se "amontoam" tanto no centro da papila. Ou seja, existe mais espaço para passar e assim as fibras passam mais pela parte periférica da papila, deixando o centro livre - isso forma uma escavação maior.
2) Número de fibras nervosas - geralmente o número de fibras nervosas é bem estável durante toda a vida (perdemos fibras, mas essa perda é pequena e natural). Mas, se ocorre uma causa que faz com que percamos fibras nervosas, teremos menos fibras passando no orifício, elas se amontoam menos e a escavação aumenta. Agora vejamos novamente a imagem da papila (figura 4).

Demarcamos a papila (em preto) e a escavação (em azul).